Bonito- paraíso do ecoturismo

Foto:Erika Rodrigues
Balneario Municipal de Bonito

Por Erika Rodrigues

Bonito é uma cidade conhecida mundialmente por suas belezas naturais. A cidade foi considerada várias vezes o melhor destino de ecoturismo do país. Esta fama não é por acaso, mergulhar em suas águas cristalinas rodeado por peixes é uma experiência incrível, isto sem falar em suas grutas, cachoeiras, turismo de aventura. Enfim, Bonito tem opções para todos os gostos e todos os bolsos. Calma, sei que você já ouviu falar que a cidade é muito cara, que é impossível fazer uma viagem mais barata e conhecer os principais pontos do destino. Mas em baixa temporada é possível pagar bem menos nas diárias e alimentação.

Quando ir

Entre dezembro e fevereiro, o calor predomina na região e é muito refrescante nadar nas águas frias dos principais rios da região. No entanto, é preciso planejamento pois todos os passeios devem ser reservados, muitos exigem  acompanhamento de guias e as vagas são limitadas. Além disso, como já mencionei, o custo da viagem ficará mais salgado, como acontece com qualquer destino em alta temporada. Nesta época, chove bastante na região, o que pode atrapalhar alguns passeios, portanto é sempre bom ficar um tempinho razoável na cidade para curtir vários passeios.

Entre maio e agosto, pode fazer frio, mas esta estação em Mato Grosso do Sul não dura muitos dias, mas é bom se atentar à previsão do tempo, pois a maioria dos passeios são realizados nos rios.

Como chegar

Bonito está localizada em Mato Grosso do Sul, a 312 km de Campo Grande, a capital do estado.Há apenas uma companhia aérea que opera uma linha regular de Campo Grande a Bonito às quartas-feiras e domingos. Há vans e onibus que fazem o trajeto com saídas do aeroporto e dos principais passeios. Também é possível alugar carro a partir de Campo Grande e também em Bonito. Para quem for de carro pela primeira vez, muita atenção nas placas e no GPS, pois o caminho não é muito movimentado.

Principais passeios

Vou dar algumas dicas de passeios, mas não vou esgotar o assunto, pois apesar de já ter ido várias vezes à cidade, ainda há muitos que não realizei. As atrações são tabeladas e em alta temporada é necessário reservar com antecedência.

Flutuações: A flutuação do Rio Sucuri é a mais famosa da região. O turista pode nadar em águas cristalinas, observando os peixes e diversas espécies de animais que vivem na região.  A flutuação no aquário natural, localizado na reserva ecológica Baía Bonita possui um percurso de 660 m e o turista pode nadar com vários tipos de peixes. Outros passeios também oferecem flutuação como Bonito Aventura, Barra do Sucuri e flutuação na nascente azul.

Balneários: O balneário municipal é o mais próximo, localizado a 6 km da cidade. Possui restaurante, aluguel de snorkel, roupas de neoperene, cameras subaquaticas para flutuação. Está em um trecho do rio formoso com muitas piraputangas. O Balneário do Sol é excelente para ir com crianças, logo na entrada o turista se depara com os búfalos da propriedade. Possui bastante estrutura como restaurante, área para jogos, quiosques com churrasqueiras, piscina natural, tirolesa. O balneário ilha bonita tem um cenário privilegiado, onde podemos ter contato com macacos prego, araras e outros animais. Além disso, possui restaurante e hospedagem. Para quem quiser uma opção diferente, a praia da figueira é uma lagoa enorme, com uma praia artificial, com quiosques dentro da água, tirolesa, restaurante e um gostoso redário em baixo da enorme figueira, que dá nome ao local.

Grutas: as principais grutas são a do lago azul e de são miguel. Se o tempo em Bonito for curto, a gruta do lago azul é imperdível. Após uma descida de 294 degraus, a recompensa é fantástica. O lago tem uma coloração cristalina, que com a incidência do sol o azul se torna ainda mais intenso.

Turismo de aventura: Para quem gosta de aventura, Bonito também não deixa a desejar. As opções são muitas: descer as corredeiras dos rios nos passeios de bote ou bóia cross, arvorismo, mergulho com cilindro e a mais famosa ( e mais cara, por isso ainda não fiz) da região, descida ao abismo anhumas, uma caverna submersa onde só é possível descer de rapel. Além da excitante descida, na caverna é realizado mergulho com cilindro e flutuação.

Mergulhar no meio dos peixes é incrivel
Mergulhar no meio dos peixes é incrivel
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s